PRESENTE ETERNO A UM FILHO

Nunca fui ligado a estas coisas de aniversário, talvez eu não estivesse tão errado assim, vale lembrar que historicamente o cristianismo considerou esta celebração como um costume pagão, habito este que mudou a partir do século IV quando a igreja começou a celebrar o nascimento de Jesus Cristo. Foi a partir dai que as pessoas começaram a celebrar seus aniversários, trazendo para dentro deste contexto um bocado de símbolos misticos, tais como os presentes que eram uma oferenda dada aos deuses para proteger o aniversariante e pedido de segurança para o próximo ano. O bolo de aniversário também era considerando um destes presentes aos deuses, e o ascender das velas uma forma de levar as preces através da fumaça aos seus espíritos protetores.

Simbolismos a parte, mas ainda falando de aniversário, existe algo muito mais importante para se registrar, neste dia 26 de março seria o dia em que o Luciano completaria 26 anos. A lembrança que ele nos traz,  a vontade de o ver sorrindo, de ouvir sua voz, de poder o tocar, e sentir suas mãos, enfim, a vontade de sentir sua presença que sempre se fazia marcante por onde passava, traduz em nós em um profundo sentimento de saudade. Então por mais irônico que possa parecer, nos resta comemorar esta data com muita saudade, sentimento este, que ao menos nos faz estar perto do Luciano.

E em se tratando de aniversário, e o presente ? ....Ah sim, como todo simbolismo, tudo pode ter sido em vão, quando como todo pai que na medida de seu entendimento e capacidade financeira, procura a todo custo presentear seu filho com o melhor que pode dar, e assim fizemos, mas diferente de muitos que não pensam que tudo isto é finito, ou seja, que uma hora se acaba. E assim, Luciano se foi, deixando tudo para trás, como se por uma desfeita e mal agradecimento por tudo que demos a ele com a melhor das intenções. Mas pelo contrário, por ocasião de sua passagem, no momento de desespero quando tudo parecia ter perdido o sentido, em que nada que era dito por outras pessoas servia de consolo e explicação, como se os ponteiros do relógio tivesse parado e a única coisa que estaria acontecendo no mundo era aquela desesperadora situação, mais uma vez algo que podia ter parecido irônico nos trouxe um profundo sentimento consolador e de gratidão. E este sentimento não foi em função das coisas que demos ao Luciano no decorrer dos anos, mas sim um sentimento de Graça, graça no sentido espiritual, quando Deus nos fez sentir que o melhor que pudemos ter dado ao Luciano, foi o ter ensinado, e o encaminhado a uma vida que iria muito além desta vida finita, mas sim os princípios da verdade que o libertou para sempre para a vida eterna. "conhecereis a verdade, e a verdade vos libertará." João 8:32

E esta verdade, apesar da dor e desespero de o ter perdido, também nos libertou do sentimento de que poderíamos ter feito e dado mais a ele, mas pelo contrário, aquela situação nos fez declarar como Paulo fez à igreja em Corinto, dizendo:  "onde está, ó morte, o teu mal? onde está, ó mal, a tua vitória? ....mas graças a Deus que nos dá a vitória por nosso Senhor Jesus Cristo." 1 Coríntios 15:55 e 57   Uma grande prova viva e declarada pelo Luciano pode ser vista e ouvida no vídeo abaixo.

E lida no testemunho da postagem  ATÉ QUANDO? ...E PORQUE?  de 24/set/2010
http://www.lucianocarneiro.blogspot.com.br/2010/09/ate-quando-e-por-que.html

O melhor presente a ser dado a um filho, é o apresentar para Deus, UM PRESENTE ETERNO.
"Instrui o teu filho no caminho em que deve andar, e até quando envelhecer não se desviará dele." Provérbios 22:6