26 DE MARÇO, O DIA DO CAMPEÃO

 “ Existem dias na vida que nunca me esquecerei, 
e um destes foi quando te vi pela primeira vez.
Parecia que eu já te conhecia há muito tempo,
e então matava minha saudade naquele momento.
Te ví, te toquei, te cherei, e me emocionei.
Apesar de tão pequeno e indefeso, já mostrava–se  pronto a gladiar.
Sem jeito de pai, me pus a te apreciar, porque não sabia como te segurar.
O tempo passava, e você já mostrava a que veio.
Me realizava por te apresentar o mundo e te ensinar o norteio.
Seus sonhos, combustível de sua vida, fortalecia meu esteio.
Mesmo criança, a vida já o via maduro suficiente para lhe provar como um guerreiro.
Guerreou e lutou limpo, de cabeça erguida, sem violência, e sem entrevero.
Os infortúnios em sua vida,  fortaleceram ainda mais nossa relação,
as provações e decepções que você enfrentava, provava o sobrenatural que o motivava,
sua fé inabalável, longe do tamanho de um grão de mostarda,
materializava a fisionomia e presença de Deus a todos que o rodeava.
Pudera eu ter podido parar o tempo, perpetuando os momentos que juntos  passamos,
que  foram  de lutas, mas de vitórias,
 de apreensão, mas de fé,
de dor, mas com dignidade.
Aos  outros, utópico parecia,
 mas só nós sabíamos, a alegria que nos movia.
-  Sabe Luciano, sem hesitar,  por ti teria dado minha vida,
mas na impossibilidade, e por saber que sua vida era parte de um grande projeto,
coube-nos estar ao seu  lado,  o assistindo até sua partida.
Partida essa, que o consagrou como campeão da vida.
Restando-nos apenas as lembranças, lições, e  saudade, frutos do amor”.
De Blog's Slideshow
26 de março de 1987 foi marcado pelo som da trombeta da largada do grande prêmio da vida do LUCIANO. Uma maratona que o consagrou como vitorioso, portanto, esse dia sempre será lembrado como o DIA DO LUCIANO, O DIA DO CAMPEÃO.