PREDESTINADO POR DEUS A SER UM CAMPEÃO

Escrevo este texto sufocado pela saudade que sinto do Luciano, o fato de NUNCA MAIS PODER VER, OU NEM MESMO CONVERSAR COM O LUCIANO, me deixa muito mal.  Falar sobre Luciano, refletir sobre sua vida, ver suas fotografias, ouvir suas gravações, .. oh, meu Deus!!!  é isto que me faz bem nestes momentos. Uma coisa me consola é saber que a Saudade é a parte do amor que fica para sempre. Enfim, procuro buscar também, mais e mais fortalecer minhas convicções sobre o sentido desta vida. Vida esta, que nos pega às vezes na contramão, ou que se encontra com o inesperado quando se vira repentinamente uma curva, nos trazendo assim uma certa falta de entendimento.

Nestes momentos em que penso sobre o curso da vida do Luciano, lembrando de tudo que ele viveu, me vem na mente alguns questionamentos e conceitos existenciais, tais como, de onde viemos, onde estamos, e para onde iremos. Aos olhos de muitas pessoas, a vida do Luciano se confunde com dor, sofrimento, alegria, e vitórias.  E neste caso, não posso desconsiderar o tema predestinação ou livre arbítrio, como sendo um dos mais importantes conceitos de nosso viver, mas também não posso me prender ou julgar sobre as convicções dos calvinistas e arminianistas acerca destes temas, porque enquanto se perde tempo com esta discussão, um a favor e outro contra, nossa vida passa, nos fugindo assim o foco principal, que é a vida eterna.

O ser humano é o mais belo projeto de Deus, criado para levar uma vida responsável, ser feliz, enfim, estabelecer uma bela história para os que o cerca, para no final, predestinado por Deus desde sua criação a obter a grande recompensa que é a passagem para a vida eterna (Não fostes vós que me escolhestes a mim; pelo contrário, eu vos escolhi a vós outros e vos designei para que vades e deis fruto, e o vosso fruto permaneça... João 15:16), entretanto, a ele foi também concedido no curso de sua vida o direito às suas escolhas, ou seja, o livre arbítrio , e são estas atitudes que definirá seu fim (Todas as coisas me são lícitas, mas nem todas convêm. Todas as coisas me são lícitas, mas eu não me deixarei dominar por nenhuma delas. 1 Coríntios 6:12). Por outro lado,  existe uma força maligna que por sua vez, não deseja ver a vitória do Criador através de nós,  portanto, nos “tenta” a todo custo roubar este direito à vida eterna adquirido pela graça de Deus, lançando mão de confusões, discórdias, ganâncias, murmurações, maledicências, escravidão às coisas materiais, tristeza, e outros (Satanás é o principal inimigo do homem e veio para matar, roubar e destruir. João 10:10). Traçando um paralelo entre nós, enquanto pais, e Deus o Pai, nossos projetos em relação aos nossos filhos não são diferentes, porque quando concebemos um, planejamos e trabalhamos para que este tenha um futuro promissor e de sucesso, mas serão suas escolhas e ações que definiram o seu próprio fim. Uma coisa temos que ter em mente, nossos filhos são acima de tudo, filhos de Deus Pai (..... nós não somos filhos ilegítimos; nós temos um Pai, que é Deus!  João 8:41), e os espíritos do mal estarão a cada minuto “tentando” os desviar do caminho traçado por Deus (Pois nós não estamos lutando contra seres humanos, mas contra as forças espirituais do mal que vivem nas alturas, isto é, os governos, as autoridades e os poderes que dominam completamente este mundo de escuridão. Efésios 6:12).

Voltando ao Luciano, ele nasceu e viveu como qualquer outra pessoa, brincou e se divertiu, sonhou e realizou muito de seus planos,  contribuiu para o bem de outros, mas sua grande diferença foi, como conhecedor de sua posição de filho do Pai, e temente (respeitador) a Ele, foi tentado pelo mal, às vezes errou, mas reconheceu suas falhas se arrependendo, soube honrar a Deus pelo que sempre recebera, com dignidade lutou as batalhas que lhe foram impostas, e viveu um testemunho vivo para outras pessoas, e Deus com seu poder e misericórdia reconhecendo ele como seu filho fiel, de acordo como seus planos o levou de maneira triunfal para junto de Si.  
A vida do Luciano ilustra claramente os planos de Deus para com todos seus filhos, ele foi predestinado à vitória, teve em suas mãos o poder das escolhas através do seu livre arbítrio, passou por provações e foi tentado (Eu digo isso para que, por estarem unidos a Mim, vocês tenham paz, porque nesta vida vocês vão sofrer; mas tenham coragem, Eu venci o mundo. João 16:33),  caiu em tentação, errou sim, normal do ser humano,  mas reconheceu suas falhas, buscou o perdão, enfim,  soube viver de acordo com a vontade de Deus, e sobressaiu a tudo que lhe foi imposto para Sua honra e glória. Contudo, eu creio que aos olhos de Deus, Luciano deve ter sido um de seus grandes projetos, fato este de ter sido tão tentado e provado, passar por tudo que passou, vivendo da maneira que viveu até sue último minuto, lutando, com uma postura otimista, e no final, confiante na vitória de Deus, obteve a grande recompensa da vida e cura eterna (Porque muitos são chamados, mas poucos, escolhidos. Mateus 22:14, e Felizes são as pessoas que sofrem perseguições e são justos a Deus, pois o Reino do Céu é delas. Mateus 5:10).
1 segundo, 90 dias, 15 anos, ou 80 anos, para Deus é tudo igual, o tempo de Deus não é baseado em minutos, segundos, dias ou anos. O tempo de Deus se baseia na aprendizagem e na confiança em esperar n’Ele plenamente a consumação do plano traçado para  cada um de nós, ao mesmo tempo vigiando a nós mesmos para não desviar do rumo certo.

Em outras palavras, não adianta uma pessoa viver uma vida toda sem estabelecer uma bela história para os que o cerca, sem conhecer e utilizar os dons que lhe foram dados, sem ter a dignidade de diante das duras situações que nos são impostas saber lutar um bom combate, e o melhor, render até o seu último minuto toda honram e glória a Deus.

Apesar de me sentir bem, falar sobre o Luciano, a tristeza desafia meus sentimentos ao escrever este texto, às vezes até com muita dificuldade em enxergar a tela do computador, porque meus olhos tentam traduzir o sentimento do meu coração através das lagrimas, mas busco forças em Deus porque não me sinto no direito de não testemunhar as maravilhosas experiências que tivemos com Deus  -Eu, Sissi, Priscila e o eterno LUCIANO.

Deixo com todos, este vídeo com imagens que procuram ilustrar um pouco mais sobre a vida do Luciano (sinta a vontade para deixar seus comentários).